Notícias

Soluções inovadoras e mais econômicas são o destaque do 10º Concrete Show South America

Evento contabilizou a circulação de 22.220 profissionais durante os três dias de evento. Próximo encontro já tem data marcada de 23 a 25 de agosto de 2017

Soluciones innovadoras.Concrete

 

A edição comemorativa de 10 anos do Concrete Show South America ressaltou a criatividade das empresas do setor da construção civil que buscam e que oferecem novas alternativas mais baratas e eficientes para manter a rentabilidade. Em três dias de feira foi registrada a circulação de 22.220 profissionais, que aproveitaram a ocasião para conferir lançamentos e adquirir mais conhecimento por meio dos cursos e seminários organizados pelas principais associações e entidades do setor. A 11ª edição do evento será realizada de 23 a 25 de agosto de 2017.

O cenário de retração econômica não afetou a participação das empresas no 10º Concrete Show South America, que saíram satisfeitas com qualificação do público presente e a oportunidade de prospectar novos negócios. O diretor comercial da Realflex, Valter Andrade Júnior, destacou o resultado positivo obtido pela empresa “é a nossa primeira vez no Concrete Show e os resultados logo apareceram. Só em um dia vendemos R$ 200 mil em equipamentos. Nossos produtos são conhecidos no mercado, mas sempre avaliamos que era necessário aperfeiçoar a comunicação com o mercado. A participação na feira mostrou que esse é o caminho”, relatou.

Negócios também foram fechados pela Penetron Brasil, que apresentou no Concrete Show os produtos que compõem o sistema White Tank, que alia a tecnologia de cristalização integral do concreto e veda juntas especiais. “Como a solução ainda é inovadora, vemos grande possibilidade de crescimento no mercado. Conseguimos fechar negócios e parcerias e o interesse do público nos impressionou: recebemos mais de mil visitas no nosso estande”, frisa o diretor executivo, Claudio Neves.

Tradicional expositor, a Atex Brasil, fabricante de fôrmas para lajes nervuradas, já garantiu o espaço da marca para o próximo Concrete Show, que acontece de 23 a 25 de agosto de 2017. O diretor de novos mercados da empresa, Wlademir Corrêa, destacou a participação dos visitantes como um dos pontos altos da feira: “Embora o momento de retração econômica tenha contribuído para a redução do evento, estamos satisfeitos com a qualificação do público presente. A maioria dos visitantes que recebemos no nosso estande estavam realmente interessados em nossos produtos. Participamos do evento em todas as dez edições e já acertamos nossa presença para 2017, como parte da nossa estratégia para fortalecer a marca Atex Brasil e prospectar novos negócios”.  

Na avaliação do gerente da feira, Renan Joel, a 10º edição do Concrete Show South America superou a inércia de pessimismo que dominava o setor. “Reunimos aqui empresas comprometidas com a retomada dos negócios e com o crescimento do setor. É muito gratificante para nós, da UBM Brazil, testemunhar o início do que pode ser um novo círculo virtuoso. Temos muito a agradecer às associações e entidades setoriais e às empresas que participaram desta edição e que nos ajudaram a realizar este grande evento”.

Congresso 

Também chegando a 10ª edição, o Concrete Congress reuniu 34 seminários e cursos direcionados para engenheiros, arquitetos e outros profissionais da construção civil. O congresso incluiu ainda conteúdos destinados especialmente a estudantes.

Entre os destaques do Concrete Congress, o gerente do Escritório de São Paulo da Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP), Ricardo Moschetti, abordou o potencial apresentado pelas estradas de concreto. “A infraestrutura, principalmente a rodoviária, apresenta perspectivas enormes para o crescimento do concreto no país. Atualmente o Brasil possui apenas sete mil de 203 mil quilômetros de rodovias pavimentadas com concreto, ou seja, 4%. Temos muito o que evoluir, pois o material é durável, exige baixa manutenção e reduz o impacto ambiental”. Concluiu.

Especialistas também apontaram como a qualidade do concreto produzido e aplicado no Brasil é reconhecida mundialmente. “No Brasil o controle de qualidade está sendo cada vez mais difundido e estamos atingindo recordes mundiais de planicidade”, observou Breno Macedo Faria, gerente técnico da LPE Engenharia, que proferiu palestra no 10º Seminário de pisos e revestimentos de alto desempenho da Anapre (Associação Nacional de Pisos Revestimentos de Alto Desempenho).

Faria afirmou, no entanto, que é possível evoluir. “Podemos investir em conhecimento e fazer uma ISO 9000 para aperfeiçoar ainda mais os processos. Ofereceremos, assim, produtos com qualidade superior e obteremos uma lucratividade ainda maior”, explicou. O coordenador técnico da Regional Sudeste da Sika do Brasil, Rafael Bitencourt, ressaltou a importância de focar o aumento da qualidade durante o seminário: “Nós temos grandes variações das matérias-primas no Brasil, portanto é fundamental ter um controle de qualidade para manter a eficiência do concreto”.

Já no Seminário de Tecnologias de Estruturas do SindusCon-SP, Luana Scheifer, gerente técnica na Votorantim Cimentos, destacou que a regulamentação e classificação do concreto no Brasil está evoluindo. Ela citou, como exemplo, a revisão da Norma ABNT 8953, que dispõe sobre o concreto para fins estruturais - classificação pela massa específica, por grupos de resistência e consistência. “As mudanças realizadas em 2015 determinaram 80 tipos de traços de concreto, reduzindo em 80% o número de classificações anteriores. Antes da revisão, havia mais de 400 variações. Isso otimiza os processos”, explicou.

Homenagem e os 80 anos da ABCP

 O arquiteto Ruy Ohtake foi homenageado nesta edição do evento e presenteou os visitantes com uma palestra e sessão de autógrafos no espaço dedicado a ele que foi montado dentro da feira. Ohtake aproveitou a participação para destacar a importância do evento: “O concreto apresenta uma gama de funcionalidades; é leve e tem movimento, ao contrário do que alguns pensam. O Concrete Show mostra isso de forma ampla para todos os segmentos da construção civil”, observou.

O arquiteto também assinou o design de 500 peças denominadas “CONCRETO Arte em Movimento”, produzidas para comemorar os 80 anos da Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP) e os 10 anos do evento. “O Concrete Show é sempre um encontro otimista que estimula a proatividade para que novos negócios aconteçam. A ABCP comemora, nesta edição, 80 anos dedicada ao crescimento e desenvolvimento da construção civil. Temos que celebrar o passado e pensar o futuro”, afirmou o presidente da ABCP, Renato Giusti.

Habitação

 O presidente da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo (CDHU), Marcos Penido, esteve no último dia do Concrete Show para visitar a feira e, especialmente, o estande da Associação Brasileira da Indústria de Blocos de Concreto - Bloco Brasil. Ele acompanhou a construção de dois apartamentos de cerca de 50 m², nos moldes das moradias tipo CDHU, feitos dentro do pavilhão do encontro.

“A construção civil é o setor que mais gera empregos e funciona como motor da economia”, destaca. “Eventos como o Concrete Show impulsionam ainda mais os negócios do segmento. Participo com prazer, pois posso verificar in loco o que as empresas estão trazendo de novidade para o mercado e como isso pode ajudar ainda mais a eficiência dos projetos públicos”, completa.  

 

Fonte: Conteúdo Empresarial - Assessoria de Imprensa do Concrete Show South America 2016  

ubm white 2

 

 

Newsletter

Entrada Inválida
Entrada Inválida
Entrada Inválida
E-mail Inválido
Entrada Inválida
Entrada Inválida
Entrada Inválida