Logo_siteLogo
Logo_siteData

CRISE PANDÊMICA: MANTENDO A PRODUTIVIDADE E OLHANDO ALÉM DO HORIZONTE

 

Enquanto aguarda um desfecho positivo para a situação da pandemia que mantém praticamente todo o mundo em atividades paralisadas ou reduzidas, o setor da construção civil brasileiro continua se movimentando para ajustar suas ações e se preparar para a retomada, que irá ocorrer em breve e auxiliar de forma essencial na recuperação do País.

Com medidas tanto do setor público quanto de empresas privadas, a construção desponta como uma das áreas mais importantes para a economia e o progresso brasileiro. Enquanto medidas de higienização e importantes cuidados com a saúde são aplicadas nas obras ainda em atividade, responsáveis pelo setor buscam ajustar planejamentos e utilizar este momento em que grande parte dos trabalhadores se encontra em home office para manter a produção ativa e programar um segundo semestre de reestabilização.

Utilizando o home office para o planejamento e a capacitação

Diretor de Comunicação da Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP), uma das entidades mais importantes do ramo, Hugo da Costa Rodrigues crê que, por mais que pareça árduo, o momento também oferece oportunidades para repensarmos nossas ações e nos capacitarmos em diversos níveis para o retorno da normalidade. Ele explica:

“Capacitação tem sido o aspecto mais importante destacado por todas as empresas dos mais distintos segmentos da economia. No caso da construção civil, não é diferente, porém acrescida de dois outros aspectos, que são: ‘produtividade pela industrialização da construção’ e ‘inovação de processos construtivos’”, revela Hugo.

“Como parte da força de trabalho se encontra em home office, e como se tem intensificado via internet as trocas de informações e as capacitações; a possibilidade de aprimoramento, aprofundamento e absorção de conhecimento de novas tecnologias cresceu, e agora, da intimidade do home office, é possível estreitar contatos e adquirir e conhecer novas soluções de projeto, produtos e sistemas e novas formas executivas, que poderão ser melhor estudadas e testadas na retomada”, completa o diretor da ABCP.

O papel da construção civil na saúde da população

Se a natural preocupação com o aspecto econômico é um fator visto em praticamente todos os governos e segmentos de mercado, o fator humano segue como a principal questão a ser solucionada para que mais essa crise seja vencida. Para Hugo, a construção civil exerce um papel de importância ainda maior nesse aspecto, já que atividades da área estão intimamente ligadas à saúde e à qualidade de vida da população como um todo.

“Saúde e educação do trabalhador, não importa de que setor, são direitos inegociáveis. Para a cadeia produtiva da indústria da construção, pode-se extraír algumas lições onde ela é parte integrante e altamente contributiva para as soluções”, reflete o diretor. Hugo também oferece exemplos que deixam claro como a construção pode contribuir no combate a essa e outras situações inesperadas que a sociedade pode enfrentar:

“Não se pode seguir tendo uma expressiva população sem saneamento básico e infraestrutura básica de saúde, ou seguir tendo uma parte da população sem moradia ou vivendo em edificações precaríssimas. É sine qua non atacar esses problemas que, se resolvidos ou mitigados, trazem qualidade de vida para todos, lembrando sempre que a construção civil faz parte do desenvolvimento socioeconômico de um País, construindo qualidade de vida ao mesmo tempo que gera empregos e consequentemente”, conclui
 

Mantendo a produtividade durante o isolamento social

Além dos valiosos conselhos fornecidos pelo representante da ABCP, algumas ações podem ajudar profissionais do setor da construção civil a enfrentarem este delicado momento com mais tranquilidade e esperança.

Antes de tudo, é preciso apontar a importância de cuidar de sua saúde e de seus familiares, em especial aqueles com idade mais avançada ou que estejam em grupos de risco.

Para manter a produção da sua empresa, as soluções ainda podem envolver desde a renegociação de contratos até a busca de parcerias com instituições financeiras, empresas ou representantes do setor público, buscando alinhar-se às recomendações dos órgãos de saúde e demais diretrizes governamentais.

Em um momento em que todos enfretam uma inesperada situação de força maior, manter a calma, buscar soluções eficientes e claras e replanejar a retomada pós-normalização são fatores que podem fazer toda a diferença para superarmos mais mais esse obstáculo juntos.


Fique de olho na seção de notícias e nas redes sociais da Concreteshow para saber mais conselhos e dicas para o momento atual, entre outros temas de importância para o setor da construção civil.