Logo_siteLogo
Logo_siteData

Programa de aceleração busca empresas com soluções inovadoras nos setores de saúde e construção

 

 

O setor de saúde e bem-estar vem assistindo à velocidade com a qual a pandemia pede por inovações. Com o objetivo de escalar a próxima geração de empresas que irão revolucionar a saúde no país, a Endeavor está em busca de 12 scale-ups para fazer parte do seu programa de aceleração. A iniciativa desenvolve processos, pessoas e capital para que o projeto cresça com consistência.

Para participar da seleção, é preciso estar inserido nas áreas de prevenção e bem-estar, diagnóstico e prescrição, tratamentos intensivos e de acompanhamento ou planos de saúde e serviços de suporte. As empresas selecionadas terão assistência da rede Endeavor para lidar com questões de cultura e fundraising. As inscrições vão até o dia 27 de julho e podem ser feitas por meio do site da iniciativa. O anúncio das empresas selecionadas ocorrerá ainda neste mês.

O programa dará destaque também às construtechs. As scale-ups de atuação em pré-obra, construction, real estate, home improvement e serviços financeiros têm até o dia 28 de agosto para realizar o cadastro no Scale-up Endeavor Construtech. As 10 empresas consideradas as mais transformadoras do país no segmento serão comunicadas em setembro.

“O Scale-Up Endeavor é o programa de aceleração para que os empreendedores não passem sozinhos por seus desafios e se conectem com líderes de negócios de alto crescimento - que passam pelas mesmas dificuldades, na mesma velocidade. Além disso, é uma ótima oportunidade de também conectá-los com nossa rede de mentores para ajudar nos desafios de crescimento”, diz Victor Xavier, gerente de aceleração de negócios da Endeavor. Durante o período de pandemia os encontros serão realizados de forma online.


As health e construtechs selecionadas farão parte de uma programação de cinco meses de mentoria individual e coletiva, além de terem contato com executivos e empreendedores que estão à frente das maiores empresas dos segmentos no país. A rede de 300 conexões conta com nomes como o de Claudio Terra, diretor de inovação do Albert Einstein, e de Florian Hagebuch, fundador da Loft.

A primeira fase do Scale-Up Endeavor terá foco na realização de um diagnóstico do principal desafio de crescimento da empresa, com análises desde o departamento de vendas e finanças até aspectos relacionados à cultura e gestão de pessoas. A partir da avaliação, será definido um mentor para acompanhar a scale-up durante todo o processo de aceleração.

As datas para os encontros programados para cada etapa do programa e perguntas frequentes podem ser conferidas nos sites do Scale-Up Endeavor Healthtech e do Scale-Up Endeavor Construtech.

 

Fonte: Site Revista Pequenas Empresas Grandes Negócios