Notícias

4 erros que não se deve cometer na gestão de canteiros de obras

Não importa se a sua empresa é uma grande ou pequena organização, o melhor momento para desenvolver métodos de gestão de canteiros de obras que tornarão as operações mais simples e rentáveis é agora.

 

Erroscanteiros.obra

A verdade é que nada vai mudar até que haja uma percepção geral e ocorram mudanças de cima para baixo. Ou seja, para que a gestão de canteiros de obras possa ser bem-sucedida, você deve primeiro implantar melhorias na equipe de liderança, antes de esperar ver uma diferença no desempenho dos operários. Nos negócios, geralmente, os erros de gestão custam tempo e dinheiro às empresas. São esses mesmos erros que impedem os empreiteiros de alcançar seu verdadeiro potencial, e, infelizmente, por isso vemos tantos saírem do mercado.

Para evitar que a sua empresa cometa os mesmos erros na gestão de canteiros de obras, trouxemos aqui algumas dicas do que é preciso evitar para o sucesso do empreendimento. Acompanhe!

1. Falta de atenção ao escopo completo do projeto

Embora a experiência seja nosso maior professor, ela também pode ser uma perigosa capa de autoconfiança. Não se pode permitir que a riqueza da experiência do gestor o coloque em uma rotina automática permanente ao criar estimativas.

Essa é uma característica muita perigosa, ocorrida comumente, de maneira a se perder o foco de condições especializadas ou requisitos de engenharia complexos, que poderiam exigir diferentes estratégias, equipamentos, custos de trabalho etc., além do que é habitual.

2. Gerar retrabalho nos serviços realizados

Infelizmente, não são nada raras as vezes em que, por diversos problemas, há a necessidade de se realizarem diversos tipos de retrabalho em canteiros de obras. Esse tipo de ação gera inúmeros tipos de prejuízos, e entre os mais comuns estão a maximização de gastos com novos materiais, a perda de mão de obra relativa ao fato de precisar ocupar os operários com algo que já foi feito uma vez antes e, automaticamente, a expressiva redução de lucros.

Dessa forma, é cada vez mais importante aprender formas de eliminar esses retrabalhos durante a gestão de canteiros de obras.

3. Não diversificar no processo interpessoal

O papel de todo profissional na gestão de obras é bastante delicado, especialmente por envolver, em diversos casos, grande número de pessoas. Em cada grupo de colaboradores, você sempre vai encontrar particularidades no processo, que farão com que o seu foco precise funcionar de maneira adequada a cada caso, e não de forma universal.

É preciso identificar o perfil de cada colaborador para poder saber a melhor maneira de lidar com cada um e, assim, poder estimular e extrair o melhor desempenho com sua liderança na gestão de canteiros de obras.

4. Não se comunicar de forma adequada

Em toda e qualquer atividade que envolva relacionamentos interpessoais, é imprescindível que se tenha uma ótima comunicação. O gestor precisa saber como passar seus objetivos para o projeto, como vai funcionar cada etapa e que tarefas cada colaborador deverá executar. Durante a execução da obra, ele ainda precisará manter um bom funcionamento de todo o processo, ou seja, a comunicação é constante. É fundamental não deixar nenhum tipo de dúvida ou margem para contestação das decisões tomadas. Clareza é essencial.

 

Fonte: awacomercial.com.br 

ubm white 2

   Conectando pessoas e o mercado global

 

UBM: Uma das maiores empresas do mundo em mídia de negócios.

Nos mais de 30 países onde realiza seus eventos, a UBM constrói relacionamentos duradouros com especialistas e players do mercado e gera oportunidades que alavancam e fomentam o desenvolvimento da indústria local em âmbito global. Leia Mais 

 

Filiada à     

 ubrafe branco

Newsletter

Entrada Inválida
Entrada Inválida
Entrada Inválida
E-mail Inválido
Entrada Inválida
Entrada Inválida
Entrada Inválida